Papa testemunha abraço entre Palestiniano e Israelita que perderam familiares no conflito em Gaza

0

O Palestiniano perdeu um irmão pelas tropas Israelitas, e o Hamas assassinou os pais do Israelita

Em Verona, Itália, ontem, sábado, duas vítimas da guerra em curso na Faixa de Gaza, um Palestiniano, outro Israelita, deram testemunho do que viveram no terreno.

Numa iniciativa do Papa Francisco pela Paz no Médio Oriente, e que juntou cerca de 12.500 pessoas, perante a assistência, o Palestiniano Aziz Sarah, e o Israelita Maoz Inon, deram seus testemunhos da situação em Gaza, e falaram dos familiares que perderam.

O Palestiniano perdeu um irmão pelas tropas Israelitas, e o Hamas assassinou os pais do Israelita.

O Papa destacou os testemunhos de ambos que declararam ter-se unido “na dor e no sofrimento”, o que levou a assistência, incluindo o Pontífice, a aplaudi-los de pé. Francisco abraçou os dois.

“Creio que não há palavras perante o sofrimento destes dois irmãos, que representa o sofrimento de dois povos. Eles tiveram a coragem de se abraçarem”, destacou o líder Católico, realçando que aquele abraço “é um projeto de futuro”.