Pistas! Querem Pistas?

5

O Estado de Cabo Verde deve levar um pouco mais a fundo e a sério esta questão de viagens dos ditos “empresários”. Sabemos que não temos meios, para investigar e descobrir casos complicados, sobretudo casos ocorridos fora do nosso país, mas é para esse efeito que estabelecemos parcerias e acordos de segurança com outras polícias internacionais e países.

          

Tenho a certeza de que em relação a este caso de Alex Saab os serviços de segurança americanos têm ao pormenor todas as informações e dados.

É verdade! No meio desta terrível pandemia, ceifando vidas por todos os lados a milhares e milhares de cidadãos, os nossos corajosos patrícios, partiram destas ilhas, que nem Vasco da Gama e suas tropas, tendo um deles entrado de férias da importante empresa Emprofac, para fazerem a tão misteriosa viagem, a qual acredito que vai fazer correr muita tinta.

De uma coisa eu tenho a certeza, independentemente da missão destes mestres cavalheiros, acho que eles são corajosos sem conta. Coragem que provém de uma fé tamanha talvez à procura de um valor qualquer que eles amam muito.

Feita a misteriosa viagem, todas as informações foram direcionadas pelas médias, quase que cirurgicamente, para o encontro com o Maduro no Palácio presidencial de Miraflores.

Contudo, hoje conjugando e cruzando várias informações -mas sem a tentação de cairmos em certezas absolutas- temos de colocar a dúvida sobre este foco. Ninguém pode certificar que este foco não foi para desviar a atenção de algo que, em paralelo, ocorria na verdade?

Uma coisa é certa. Hoje está confirmado que não houve o tão falado e propalado encontro com o Maduro. Este encontro nunca estava programado.

De facto, seria um absurdo, nessas circunstâncias, o Maduro aceitar um encontro com estes desconhecidos cavalheiros naquelas condições. Mesmo que houvesse algum motivo para um encontro, não seria o Maduro a estar presente. Ele poderia indicar um enviado qualquer. Aqueles que insistem no encontro com o Maduro, não estão a ver a realidade.

Não houve encontro com o Maduro, nem por vídeo-conferência. Isto está confirmado.

Agora concentremos um minuto nos termos do comunicado publicado pelos nossos corajosos patrícios. A primeira coisa que eles confirmam é que não houve encontro com o Maduro e que não viajaram para a Venezuela.

Em vez disso, confirmaram que “a viagem foi para Saint Vincent e Granadines, num voo em jato privado, pago pelo grupo de advogados de Alex Saab…e que o objectivo dela era e foi prestar consultoria na área de aviação civil, no sentido de melhor conhecer e estabelecer os trâmites de obtenção das autorizações para a realização dos voos e obtenção dos vistos de entrada em Cabo Verde, assim como outros aspectos logísticos face à necessidade premente de o grupo ter de se deslocar ao nosso país”.

Que grupo é esse? No comunicado esta parte não ficou claro. Pretende-se que seja o grupo de advogados. Voos para grupo de advogados, que seriam programados para Setembro e Outubro? Qual poderia ser a finalidade desses voos?

Sublinhado nosso, “Face à necessidade premente de o grupo ter de se deslocar ao nosso país”. (???)! Mais uma vez, não sabemos de que grupo se fala?

Pela imprensa internacional sabe-se que o Maduro ofereceu 12 milhões de dólares como prémio para a libertação do Alex Saab das prisões de Cabo Verde.

12 milhões de dólares é muita fruta. Este valor desperta todos os apetites, a vários níveis e nos vários corações.

Com esta rica oferta de Maduro, logo a imprensa internacional falou em grupos de mercenários.

De seguida, especulação ou não, a mesma imprensa fala de um avião com armas que foi descoberto em Miami, Flórida.

Encontro com Maduro posto de lado, estando fora de questão este alegado encontro, agora que o Ministério Público cabo-verdiano anunciou que abriu uma investigação criminal, para apurar a actuação de Gil Évora e Carlos dos Anjos, a questão que não se pode deixar passar em claro é com quem os dois cavalheiros confessaram ter encontro em Saint Vincent e Granadinas e que assuntos foram tratados nele?

5 COMENTÁRIOS

  1. Ninguém consegue explicar, com clareza, porque razão, nenhum dos meios de comunicação social ligados ao Paicv deu a devida atenção à divulgação ontem, pela Embaixada dos Estados Unidos na Praia, do auto de denuncia (Indictment) contra o Saab. Os esforços do Paicv para branquear a imagem e proteger a ditadura bolivariana do Maduro ainda irá custar muito caro ao Paicv. A América (CIA/FBI) está de olho nas movimentações políticas e não só da Sra. JHA e do Paicv.

  2. Pode até parecer excerto de um discurso do UCS, Olavo ou Janine Lelis (Ministra da Justiça de Cabo Verde), mas não é. Acredite se quiser é parte de uma nota do Departamento do Estado (Ministério das Relações Exteriores) dos Estados Unidos da América a falar, através de sua Embaixada na Praia: “O litígio em curso referente ao pedido dos Estados Unidos para a extradição Alex Saab, de forma a responder a acusações de lavagem de dinheiro, é um assunto judicial a ser decidido pelos tribunais independentes de Cabo Verde. A independência judicial é o pilar da democracia. Os Estados Unidos reconhecem o poder judicial de Cabo Verde como um elemento fundamental da sua forte democracia e respeitam o processo legal estabelecido pelas leis e pela Constituição de Cabo Verde”. “A forte reputação de Cabo Verde como um país que respeita o Estado de Direito e cumpre os seus compromissos internacionais é bem fundada e merecida, como demonstra este caso. A República de Cabo Verde continua a dar seguimento aos trâmites legais deste caso de acordo com a legislação cabo-verdiana e os compromissos do país, como membro responsável e credível da comunidade internacional”. Cabo Verde está de parabéns, JHA/PAICV/JMN estão tramados com os sucessos de Cabo Verde!

  3. BOM TENDO EM CONTA QUE A CONSTITUIÇÃO CABO-VERDIANA PREVÊ O DIREITO DE EXPRESSÃO E DE LIVRE PENSAMENTO, ACHO QUE A PGR AGIU MUITO BEM EM SABER A VERDADE SOBRE ESSA DESLOCAÇÃO DO EMPRESÁRIO CARLOS DOS ANJOS E DO DR. GIL ÉVORA, OU SEJA SE FORAM NA VERDADE A SAINT VINCENT E GRANADINAS E QUE ASSUNTOS TRATARAM E COM QUEM TRATARAM ESSES ASSUNTOS E A MANDO DE QUEM? TAMBÉM GOSTARIA DE SABER SE OS DOIS CAVALHEIROS CABO-VERDIANOS FORAM OU NÃO COM O PASSAPORTE DE SERVIÇO OU DIPLOMÁTICO OU O PASSAPORTE NORMAL. PORQUE ESTES DOIS HOMENS TÊM O DIREITO DE VIAJAR COM O PASSAPORTE DE SERVIÇO OU DIPLOMÁTICO SEM A NECESSIDADE DE VISTOS. E SE ELES VIAJARAM NUM JATO PRIVADO, QUEM CUSTOU AS VIAGENS DE IDA E VOLTA E QUE EFEITOS TEVE PARA CABO VERDE ESTAS VIAGENS? E ELES TÊM DE EXPLICAR À PGR QUANTO DINHEIRO GANHARAM COM ESTA VIAGEM. AINDA A PGR TEM DE SABER SE O DR. ÉVORA TINHA OU NÃO AUTORIZAÇÃO SUPERIOR PARA DESLOCAR À AMÉRICA LATINA TRATAR DE NEGÓCIOS PARTICULARES, SE SIM QUEM AUTORIZOU A CEDÊNCIA DOS PASSAPORTES AOS DOIS CAVALHEIROS DE CABO VERDE, PORQUE ANTEVEJO QUE MUITAS CABEÇAS IRÃO ROLAR SE A PGR CONSEGUIR “SACAR” TODAS AS PERIPÉCIAS DESSA VIAGEM “MISTERIOSA”, FEITO PELOS DOIS EMPRESÁRIOS DE CABO VERDE, SRS. DR. CARLOS DOS ANJOS E DR. GIL ÉVORA. AINDA SERÁ NECESSÁRIO EXPLICITAR QUAL FOI O REAL MOTIVO DA DEMISSÃO COM EFEITOS IMEDIATOS DO DR. ÉVORA.

  4. Factos e especulações : GIL e Anjos terem viajado sob pretextos relacionados com o caso SAAB; que negaram terem sido enviados pelo Governo também ; que o governo reconfirmou não ter enviado emissários; que os EUA teriam tido conhecimento da viagem antes de ela acontecer … mais do que verosímil me parece ; que o governo de Cabo Verde teria sido avisado pela secreta do EUA deste facto “in advance” ,..e ( a minha especulação .. ); que a viagem não ia perturbar o processo , na óptica dos interesses dos EUA e de Cabo Verde , que possivelmente terá sido uma peça pre identificada no puzzle dos interesses comuns CV EUA … ( minha especulação. … , Cabo Verde com imagem beliscada?? por favor ?, ) ; que GE e Anjos foram desbloquear “nós ” relacionados com emissão de vistos , viagens para Cabo Verde e quejandos relacionados com o caso a mando de advogados competentes tanto nacionais como internacionais … ( conversa para uma manada de Bois ressonarem em uníssono ) ; que a procuradoria estava a par de todos estes movimentos antes acontecerem, e que as medidas judiciarias subsequentes , já estavam gizadas antes da partida ( minha especulação ) …Conclusão : comprovados estes facto e especulações que me afiguram ” plausiveies” , qual será uma conclusão possível : tudo isto foi devidamente arquitectado com a devida antecedência; Gil Évora e Anjos sairão bem deste imbróglio. e não ficarão a dever nada a ninguém antes pelo contrário; do escarcéu e o carnaval que nos brindou o PAICV ( coitados … ) nascerá a um camundongo; a isto se chama-se um plano conjunto estrategicamente feito, faz sentido ? BUT Shit Happens ? right ?

Comments are closed.