Porquê Óscar Santos?

2

Tenho-me alinhado do lado dos defensores da “escolha racional” no momento do voto por acreditar que quando as emoções cedem lugar à razão nas escolhas políticas o país ganha, os municípios ganham e, consequentemente, estaremos todos a ganhar. A racionalidade na escolha do sentido do voto induz o processo democrático num círculo virtuoso, onde as promessas de campanha têm de se transformar em obra para, finalmente, chegarmos ao voto.

Com um eleitorado cada vez mais critico e livre o processo político na Praia tem cumprido esta transição do emocional para o racional e, cada vez mais, o voto é a consequência do potencial do candidato e equipa, da perceção de capacidade de trabalho e dos projetos que se tem para a capital.

Foi assim em 2016, quando Óscar Santos, um dos vereadores de Câmara liderada por Ulisses Correia e Silva, venceu de forma convincente as eleições e vai ser assim em 2020, pelos mesmos e renovados motivos.

Porquê Oscar Santos?

Óscar está suportado por uma equipa coesa, competente e séria; porque Oscar tem um trabalho edificado ao longo dos anos que podem falar por si; Oscar é a certeza de mais trabalho e a garantia de que o ritmo de desenvolvimento que Praia experimentou nos últimos anos vai continuar.

Não somos insensíveis ao ponto de pensar que não existem falhas ou que se fez tudo, mas é também evidente que grande parte das promessas de campanha se transformaram em obras que podem ser confirmadas um pouco por toda a cidade e que contruíram (e contribuem) para qualificar a cidade e a vida das pessoas tornando o nosso habitat muito mais aprazível. Pelo que é com grande naturalidade que o candidato do MpD e equipa se apresentam para balanço final e têm toda a legitimidade para pedir a renovação do mandato.

Os resultados falam por si próprios, razão por que a recandidatura, além de ser uma exigência do país, da sociedade e do povo da Praia, é uma necessidade que à vista desarmada se impõe.

Podemos continuar a discorrer dezenas de motivos que concorrem para justificar a candidatura de Óscar Santos, mas um deles será certamente a confiança que todos temos de que ele é a pessoa mais bem preparada para enfrentar os enormes desafios que a capitalidade representa. Desde 2016, não tem feito outra coisa: de sol a sol, o nosso Presidente fez-se à estrada e arregaçou as mangas para levar de vencida os obstáculos que se lhe depararam pelo caminho neste árduo processo de desenvolvimento do maior e mais importante município de Cabo Verde.

O percurso não foi fácil, fez-se de escolhas difíceis, mas, nem por isso – ou talvez seja por isso mesmo – deixou de ser aliciante. Tão aliciante que o nosso Presidente se fez presente nestas eleições para juntos continuar a fazer ainda mais pela Praia.

Chegamos a um patamar de desenvolvimento que não podemos parar por mais gritaria que a oposição e a sua “milícia” digital façam no seu inútil esforço para deitar por terra o trabalho de Óscar Santos. O problema é que a oposição continua a laborar no pressuposto errado de que o eleitor não tem sentido critico e que pode ser levado nas sucessivas e ondas de inverdades e “fakenews”, sempre na lógica de uma mentira quando repetida, repetida e repetida ela se vai tornar verdade. É a velha e decadente prática de exercício do poder que secundariza as pessoas em detrimento do partido, que subestima a capacidade das pessoas para fazerem a sua própria avaliação e juízo.

Estamos, por conseguinte, conversados. Óscar Santos é o único candidato que tem uma visão estratégica e consistente para o município da Praia. Já o provou no mandato ora a cessar e o vai o reconfirmar no que se iniciará, já muito em breve. Por isso, o povo da Praia, em consequência da sua avaliação, dar-lhe-á um novo mandato.

O nosso Presidente é um amigo dos praienses. Sendo seu porta-voz, a eles chega através de um discurso pragmático, simples e direto, fundado na verdade e na objetividade, sempre com os interesses, a exigências, expectativas dos Praienses em primeiro lugar.

Com Óscar Santos, o futuro é de todos os praienses.

2 COMENTÁRIOS

  1. COMO CIDADÃO CONSCIENTE DOS DIREITOS E DEVERES QUE LHE ASSISTEM, EXIGENTE TAMBÉM, CONCORDO COM A REELEIÇÃO DO OSCAR SANTOS POR RAZÕES ÓBVIAS. NUNCA A CAPITAL TINHA EXPERIMENTADO TAMANHO TRABALHO A NÍVEL DAS INFRA-ESTRUTURAS. NÃO SERÁ COERENTE QUALQUER OUTRA OPÇÃO. OS DEMAIS CANDIDATOS, INEXPERIENTES, SÓ VÃO CONTRIBUIR PARA UM ATRASO DO PROCESSO. VERDADE SEJA DITA.

  2. Duas notas: a presidenta do Paicv já delegou todas as funções de presidente, e nas mãos de um único homem : Avelino Bonifácio. O problema é que Bonifácio é um covarde, um medroso que não tem a coragem de dizer algo. No Facebook,
    não consegue formular uma única frase. Fala em parábolas esperando com isso convencer os tambarinas desavindos. Como cria autêntica de JMN, até hoje não conseguiu convencer nem os militantes tambarinas, muito menos os indecisos. Aliás, o Avelino nem sequer convenceu a si próprio que é mandatário do Tchico, mas este já se convenceu que é sim mandatário do Avelino. É bandalheira geral no partido onde todos contam os minutos6e segundos para levar JHA julgamento.

Comments are closed.