PR prorroga estado de emergência na Boa Vista e Santiago

3

Decisão acaba de ser anunciada. Pedido de autorização já seguiu para o Parlamento

          

O Presidente da República acaba de anunciar a sua decisão de prorrogar o estado de emergência apenas nas ilhas de Santiago e Boa Vista, que registam o maior número de casos de Covid-19, mas entendeu que não se justifica manter São Vicente no grupo de restrições.

O estado de emergência, termina, assim, às 24 horas do dia 2, em São Vicente que se junta às restantes ilhas que no dia 26 saíram do estado de emergência.

Conforme revelou o PR, ele já solicitou ao Parlamento autorização para alargar a medida nas ilhas de Santiago e Boa Vista, a partir das zero horas do dia 3, por um período de 12 dias, ou seja, até às 24 horas do dia 14 de maio.

Na sua declaração ao País, o mais alto magistrado da Nação fundamentou que Boa Vista e Santiago inspiram ainda muitas preocupações, no controle da pandemia, ao contrário da ilha de São Vicente, cujas estatísticas indicam 3 casos de Covid-19, sendo 2 recuperados e um ainda ativo.

A decisão do PR vai ao encontro das posições das autoridades municipais da Boa Vista e Santiago que haviam solicitado prorrogação da medida.

3 COMENTÁRIOS

  1. JCF mandou um recado ao JMN, a JHA e ao PAICV: Cabo Verde é uma democracia liberal. Sobre isto não pode haver dúvidas. Já na sua humilia do Domingo de e Páscoa, o cardeal D. Arlindo havia posto tônica na ‘trabalho, poupança e investimentos’, contra gastos, dar, dar e dar.Isto é importante porque esses personagens defenderam e continuam a defender o socialismo e a democracia nacional revolucionária, vulgo partido único.

  2. Eu acho que deveria-se prorrogar o estado de emergencia referente a ilha de Santiago, so a cidade da praia, deixando livre e aberto os foras.

Comments are closed.