Presidências 2021: A lição

7

Sigo, com convicção, a máxima de que em democracia temos de trabalhar para vencer mas estar sempre preparados para a derrota. O importante é a dignidade, tanto na euforia da vitória, como na tristeza da derrota. Hoje perdemos, mas perdemos com dignidade de termos dado tudo de nós.

Antes de tudo, parabenizar o Jose Maria Pereira Neves  pela expressiva vitória que não deixa margem para qualquer interrogação. A vitória é homogénea e, de Santo Antão à Brava, passando pela Diáspora, o sentido do voto é claro: neste novo contexto o sentimento do povo é que precisamos de um novo equilíbrio no poder, pelo que impôs uma coabitação.

Parece-me também relevante sublinhar a maturidade politica de Cabo Verde. Se nas Autarquicas votou num determinado sentido, nas legislativas seguiu um outro caminho que não condicionou a alteração de rumo nesta Presidencial. Isto é de um eleitorado extremamente maduro, com pleno conhecimento do significado de cada processo e que decide com sentido critico o seu voto. Cabo Verde está de parabéns.

Termino com a expressão da tamanha honra que foi trabalhar para este enorme homem, um extraordinário político que faz da humildade, empatia e competência a sua identidade, detentor de um percurso invejável e que podia ser um extraprdinario presidente.

Cabo Verde decidiu de forma diferente pelo que só nos resta a expectativa de cumprimento da constituição e que ele (o novo Presidente) seja um factor de mobilização de Cabo Verde na luta para eliminarmos a extrema pobreza que, certamente, começa com o relançamento da economia no pós pandemia.

7 COMENTÁRIOS

  1. Você é muito imaturo, meu caro jovem. Enquanto Diretor (ou um dos Diretores) de Campanha do candidato Carlos Veiga, é estranho que, já na noite eleitoral já disponha de tempo para “refletir” sobre o (tudo) que deu errado. Vai dizer-me que és um iluminado. Talvez seja. A derrota prova isso mesmo. Das duas, uma: ou já estava certo da derrota do teu candidato, ou és tão imaturo, e sabes não ainda o que significa entregar a PR de Cabo Verde a um sujeito que abandonou a sala da AN na sessão que aprovou a nossa Constituição..

  2. Excelente Sr. Deputado. Subscrevo suas palavras…” o sentido do voto é claro: neste novo contexto o sentimento do povo é que precisamos de um novo equilíbrio no poder, pelo que impôs uma coabitação.”
    O seu texto mostra também que já tinha preparado esse texto, antevendo a derrota do Kalu, embora eu prefira tratá-lo por Viga.

  3. Nhos fazi campanha só na computador nhos cre ganha. N screbi um comentário nes sentido tá alerta nhos dez perigo, mas nhos site manager atxa me ka debi públicall. Aquilo foi um alerta ma nhos ka obi. Ken ki ka tobi ta odja.

  4. Deram tudo para que o homem perdesse essas eleições. Sejam homens e expliquem aos militantes, o sentido da estratégia assassina que utilizaram para enterrar em definitivo uma das figuras mais proeminentes do partido.

  5. Carissimo SR Craveirinhos
    Deixa transparecer que o deputado LCS tem um déficit de maturidade, o que não conseguiu provar na sua argumentação ; não é expectável , que “cidadão politicamente maduro como VEXA” , destrate uma análise politica, pelo facto de entender que o autor precisaria de um “tempo pre estabelecido “ para refletir, ponderar, e ousar apresentar uma opinião que estruturada , ética incólume , por isso …. ” suspeita ” convenhamos… ” Na verdade houve uma personalidade que não honrou a constituição de todos nós e que ainda aparenta não saber conviver com ela , e muito menos com os limites que constitucionalmente assistem a um PR da R, em face dos demais poderes pena ; Carissimo, apesar destas constataçoes muito sérias politicamenteio pela negativa e que ficarão registado nos anais da história da nossa democracia , e ao SR JMN , a Presidência da República não lhe foi “ENTREGUE”. JMN ganhou as eleições pelo voto popular inequívoco, por mais que nos custe aceitar este veredicto; assiste a mim e a si o direito de discordar de posições dos “ opinion makers a esse respeito, mas pelo conteúdo e ou forma dos seus artigos, nunca por serem emitidos num tempo que considera inoportuno! Da mesma forma que se sente com legitimidade de acusar LCS ser eficiente e lesto no raciocínio politico , alguém poderá acusá-lo de raciocínio lento , sem ofensa !!!.. não concorda ?

Comments are closed.