Prisão preventiva para suspeito de matar namorada Cabo-verdiana

0

Homem Português vai aguardar desenrolar do processo na cadeia. Casal já era referenciado pelas autoridades

O Tribunal de Loures, em Portugal, entendeu colocar em prisão preventiva o cidadão Português, indiciado de agredir e matar a namorada Cabo-verdiana, natural da Ilha de São Nicolau.

O caso remonta ao último domingo, após desentendimentos entre o casal numa esplanada em Odivelas.

Segundo a imprensa local, há muito que o casal não tinha sido visto naquela zona, porque estava impedido de aceder àquele local, após uma série de distúrbios praticados no local, entre si e com outras pessoas.

O casal já era referenciado das autoridades e por várias vezes o homem e a mulher tinham sido detidos pela Polícia da região.

No domingo foi mais difícil e com desfecho fatal para a mulher Cabo-verdiana, agredida, mortalmente, pelo companheiro que está em prisão preventiva.

Sabe-se, no entanto, que o corpo da mulher aguarda autópsia para depois ser liberado para o funeral, ainda sem data.

Cleidi Silva deixa um filho de 14 anos. Ela e o suposto agressor estavam juntos há cerca de 1 ano.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui