“Quase tudo afinado” para arranque da Liga dos Campeões Africanos em futebol feminino

0

Garantia é do Diretor Executivo da CAF, para a Zona Oeste A, Gerson Melo, sublinhando que o Estádio Adérito Sena, em São Vicente, que vai acolher a prova está a receber os últimos preparativos, relacionados com a iluminação

São Vicente acolhe no próximo dia 24, a Liga dos Campões Africanos em futebol feminino, e a organização garante que “quase tudo” está afinado para o arranque da prova.

De acordo com o Diretor Executivo da Confederação Africana de Futebol, CAF, para a Zona Oeste A, Gerson Melo, todo o preparativo está a decorrer na normalidade com tudo sob controlo.

O Estádio que vai receber a prova, já recebeu as obras necessárias, estando agora a ultimar os preparativos relacionados com a iluminação do espaço.
Contudo, a única dor de cabeça, precisou Melo, tem sido a logística de colocar “toda a gente” em São Vicente, derivado “aos constrangimentos” relacionados com as ligações interilhas.

“Toda a gente sabe dos constrangimentos de voos para a Ilha e tem sido mesmo difícil até para colocar árbitros e dirigentes nacionais aqui”, disse.

As equipas que vão participar na competição, Seven Stars de Cabo Verde, AS Mande do Mali, Determine Girls da Libéria, e AS Dakar Sacré Coeur do Senegal tinham a chegada prevista à Ilha de São Vicente, na manhã de hoje.

Os jogos serão à porta fechada, com apenas alguns convidados, devido ao momento pandémico que o mundo está a viver. Disse ainda que as equipas terão um contato quase nulo com o exterior, até mesmo com a organização da prova também vai ser bem restrito para não haver possibilidade de contágio, indicando que as equipas, que vão estar em confinamento em bolhas, em hoteis no Mindelo, vão ter testes PCR a cada três dias.

De realçar que esta é a primeira vez que Cabo Verde recebe uma prova de futebol feminino da UFOA, que levará a Mindelo cerca de 150 pessoas, entre jogadoras, oficiais, árbitros e ‘staff’ da organização.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui