Remessas dos imigrantes em Cabo Verde aumentaram 4,5%, até junho

0

Imigrantes Portugueses foram os que mais remessas enviaram, seguido de Senegal e Guiné-Bissau

As remessas enviadas pelos imigrantes em Cabo Verde para os seus países de origem aumentaram 4,5% no primeiro semestre deste ano, indicam os dados de um relatório do BCV.

As remessas aumentaram para mais de 1.469 milhões de Escudos, o que comparam com os 1.404 milhões de Escudos de Janeiro a Junho de 2020.

Segundo o BCV, os imigrantes Portugueses foram os que mais remessas enviaram para o fora de Cabo Verde no primeiro semestre, com 519,2 milhões de Escudos, aumentando quase 30% face aos seis primeiros meses de 2020.

Seguiram-se os imigrantes do Senegal, com 174,1 milhões de Escudos, e da Guiné-Bissau, com 111,5 milhões de Escudos.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui