SEGURANÇA: MAI contraria aumento generalizado de criminalidade

2

O Ministro da Administração Interna contestou o teor de notícias veiculados nalguns órgãos de Comunicação Social, sobre o aumento “generalizado” da criminalidade no País e considerou que estas “não refletem a verdade vivida”

Paulo Rocha refutou, assim, as informações veiculadas nos últimos dias, sublinhando que a perceção das pessoas não é esta e que as ocorrências nem sequer têm chegadas à Polícia.

O governante realça que “em termo absoluto”, em 2018, foram registados de janeiro a setembro “menos 3.499 ocorrências equivalente a menos 20 %”. Sublinha ainda que os crimes contra as pessoas estão a diminuir 30,5 %, equivalente a (-2.551 ocorrências) e contra o património, estão a diminuir cerca de 11 % (-948 ocorrências).

O Ministro sustenta que os crimes de homicídios e das ofensas à integridade física diminuíram 12 %, que há menos roubo na via publica (-7,5 %), menos casos de VBG (-42,6 %) e menos 35,7 % casos de agressão sexual.

Realidade da Capital

No caso da Cidade da Praia, o Ministro não tem dúvida que os números apresentados “não refletem a realidade”. É que conforme explica, a Cidade da Praia, que responde por cerca de 40 % de criminalidade registada no País, e onde a taxa de crescimento das ocorrências entre 2010/2015 foi de +33 %, a redução acumulada entre 2016 e 2018 é na ordem dos -37 %.

Relativamente aos crimes de homicídios, o governante garante que continuam a diminuir, e que “hoje temos menos 23 %” de casos que em igual período do ano passado. “De janeiro a setembro, do ano passado ocorreram 13 homicídios. Até agora, neste ano ocorreram 10”, sustenta.

De salientar que no ano passado, “os crimes de homicídio haviam já reduzido 53 % comparativamente ao ano de 2016”, lembrou.

2 COMENTÁRIOS

  1. O projecto da geringonça em Portugal quer ganhar uma projeção internacional. Dai que a agencia Lusa comandada por eles, lança um fake news, e os jornais crioulos reproduzem-nas, de forma acritica, cintando aquela fonte. Precisamos tomar cuidado com o comunismo internacional.
    Já fizeram da criminalidade a sua bandeira desde ano passado.

  2. A máquina PODRE ligada à estrela negra a preparar o debate da justiça! com que argumento eles iriam debater a justiça? o governo tem feito a sua parte, a morosidade é com a máquina da justiça escolhida por eles!quanto à criminalidade estamos longe do que queremos, mas em pouco mais de 2 anos não é possível fazer mais!!! eles tiveram 15 anos para dar cabo da segurãnça do nosso País.força Sr. Ministro para DEVOLVER a tranquilidade aos Cabo Verdianos e todos aqueles que nos procura.

Comments are closed.