STP. Cabo Verde vai abrir período extraordinário para regularização de nacionalidade

1

Informação foi ontem avançada pelo Primeiro-Ministro, no quadro da sua visita a São Tomé e Príncipe. Ulisses Correia e Silva garante que os documentos para tal serão gratuitos

O Primeiro-Ministro que ontem dedicou sua agenda a contatos com comunidades Cabo-verdianas em STP, nomeadamente, nos Distritos de Lembá e Lobata, adiantou que Cabo Verde vai abrir um período extraordinário para a regularização de nacionalidade por parte de cidadãos de origem Cabo-verdiana, nascidos em STP.

Ulisses Correia e Silva garante que os documentos para obtenção da nacionalidade serão gratuitos e que o período pode ser de um ano, a anunciar oportunamente. “Vamos abrir um período de atribuição gratuita de documentos para nacionalidade”, disse, num dos encontros mantidos com as nossas comunidades em STP.

No seu périplo pelas comunidades, desde as roças de Bigoma, Diogo Vaz, Generosa, Ponta Figo, Praia das Conchas, Santa Luzia, Agostinho Neto e Boa Entrada, UCS, sempre acompanhado do Ministro das Comunidades, Jorge Santos, garante ter mantido bons contatos e dialogado com os Cabo-verdianos.

“Fomos muito bem recebidos, com batuque, um caldo da nossa cultura que continua bem enraizado no seio dos Cabo-verdianos de várias gerações”, escreveu no seu Facebook.
Hoje, a comitiva do PM segue para a Ilha do Príncipe onde leva “palavras de conforto e esperança” aos nossos conterrâneos que ali residem.

Entretanto, durante os encontros, o PM foi recordando os investimentos que o seu Governo tem realizado desde 2016, sobretudo em favor das comunidades em STP. Referiu-se, em concreto, da Pensão Social, cujo valor foi duplicado para cerca de 3 mil Dobras, pouco mais de 40 Euros. Garantiu que mais de 80 jovens São-tomenses, descendentes de Cabo-verdianos fazem a sua formação na Cidade da Praia, em instituições como CERMI, IEFP e Escola de Hotelaria e Turismo.

“Bolsas para estudantes no ensino superior está a acontecer”, assegurou, ao mesmo tempo que garante haver interesse em aumentar “ainda mais”.
UCS indicou que o número de pensionistas em STP pode vir a ser alargado, de modo a contemplar mais pessoas idosas.

A visita termina amanhã, domingo.

1 COMENTÁRIO

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui