STP: Patrice Trovoada deixa liderança da ADI

0

Presidente do Partido sustenta que chegou momento de “recuar um pouco”

O Primeiro-Ministro cessante de São Tomé e Príncipe e Presidente da Ação Democrática Independente, ADI, Patrice Trovoada, anunciou esta semana a sua decisão de suspender funções no seu Partido.

A decisão de Trovoada parece ser uma consequência do resultado das eleições legislativas de 7 de outubro em que, embora venceu, não conseguiu maioria para governar.

“Decidi que irei suspender as minhas funções como Presidente da ADI”, confirmou o ainda Primeiro-Ministro, em declarações reproduzidas pela Rádio Nacional de STP.

A ADI que conseguiu 25 mandatos num universo de 55, venceu as eleições mas sem maioria, e ficou impossibilitado de formar governo, uma vez que o MLSTP, 23 lugares, conseguiu uma coligação com o PSD, 5 assentos, para viabilizar o novo governo do Arquipélago que deve ser investido já na segunda-feira, 3.

Sucessão

Com a sua decisão de afastar-se da liderança da ADI, Trovoada abre caminho à sua sucessão no Partido que governou nos últimos 4 anos STP.

No próximo dia 9, ADI deverá reunir-se em congresso para escolher nova liderança e Patrice Trovoada espera mesmo que o Partido consiga sair “mais fortalecido” da magna reunião “e com melhores ideias” para os próximos desafios.