UCS e JHA calcorream Santiago

0

Presidente do MpD regressa a Santiago, depois de dois dias na região Fogo e Brava e JHA desloca-se a Santa Cruz e Santa Catarina

          

Os Presidentes do MpD e do PAICV concentram-se hoje em campanha na Ilha de Santiago. Ulisses vai a São Domingos e Janira a Santa Cruz e Santa Catarina.

O Primeiro-Ministro vai regressar ao Concelho que conhece bem, e que muito beneficiou com a governação do MpD, em diversas áreas, entre 2016 e 2020. Entretanto, antes de regressar ao seu círculo onde é cabeça de lista, Ulisses mantém, esta manhã, contatos porta a porta, no Município de São Filipe, Fogo, onde realizou na noite de ontem um evento públicode apresentaçãodas listas do seu Partido.

O candidado do MpD, comprometeu-se para o próximo mandato, continuar a proteger os mais vulneráveis, trabalhar para o crescimento da economia, como na pesca, turismo, agricultura, indústrias, entre outros, bem como investir na iluminação do Aeródromo de São Filipe e a conclusão do anel rodoviário.

Ulisses Correia e Silva aproveitou ainda o momento para explicar que a sua candidatura, quando promete, fá-lo com “responsabilidade”, contrariando, assim, a seu adversário direto, JHA, que “prometeu Universidades a todo o canto do País”.

Conforme disse, no próximo mandato, a Ilha do Vulção terá ainda um Centro de Investigação e Formação Superior, através da UNI-CV, com cursos Ciências e Terra, Geociências e Vulcanologia, Energias Renováveis, entre outros.

Por sua vez, a Presidente do PAICV que esteve ontem em São Miguel, desloca-se hoje a Santa Cruz, para mais tarde deslocar-se a Santa Catarina, na região Norte.

Quanto à UCID, o seu Presidente vai continuar em São Vicente em contatos com os eleitores.

Os outros Partidos, continuam no terrero à procura de votos. PP vai a São Domingos, PTS ao Tarrafal, PSD continua na Cidade da Praia.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui