Última hora. Morreu Erasmo Carlos, aos 81 anos de idade

0

Artista Brasileiro estava doente e internado

O Brasil volta a estar em luto. Calou, hoje, aos 81 anos de idade, a voz de Erasmo Carlos, um dos mais populares artistas do País, e autor de mais de 600 composições, entre clássicos como “Quero que tudo vá para o inferno” (que ilustra esta notícia), ou “Sentado à Beira do Caminho”, “Minha Fama de Mau”, “Mulher”, “Mesmo que seja eu” e “É proibido fumar”.

O artista estava doente e internado e segundo a TV Globo ontem ele foi entubado, sem, contudo, precisar a doença.

Nascido Erasmo Esteves, ele se tornaria, na adolescência, Erasmo Carlos após conhecer o rei da música Brasileira, Roberto Carlos, que o impulsionou e o também produtor e apresentador, Carlos Imperial.

O nome artístico é uma homenagem àqueles dois.

Erasmo se tornava, depois, no ícone da bossa e da MPB. Ao longo dos anos, grandes nomes se juntaram ao artista, como Chico Buarque, Lulu Santos, Zeca Pagodinho, Skank, Los Hermanos, Djavan, Adriana Calcanhotto, Marisa Monte, Frejat, Marisa e Milton Nascimento.

Erasmo é pioneiro do rock no Brasil e símbolo da Jovem Guarda.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui