VENEZUELA: Igreja Católica denuncia violação dos direitos humanos

0
Bispos da Venezuela numa audiência com o Papa, em Roma

Regime de Nicolás Maduro é acusado pelos Bispos do País de crimes contra a humanidade

A Conferência Episcopal Venezuelana, CEV, denunciou na última quarta-feira, 3, a existência de violações aos direitos humanos no País, acusando o regime de Nicolás Maduro de “crimes contra a humanidade”.

Os Bispos Católicos elencam situações relativas a “assassinato e repressão” de indígenas, “deportação forçada” de colombianos e venezuelanos, “prisão ou violação grave de liberdade física”, tortura contra presos “por motivos políticos” e a “imposição intencional” de privação de alimentos e medicamentos à população.

Há também situação de “sequestros” com autorização ou conhecimento do Estado, referem os Bispos, que alertam para a “gravidade da situação”, no que diz respeito à violação dos direitos humanos.

A Igreja diz que o povo “está cansado” com “tantos enganos”.

- PUBLICIDADES -