Voos da CVA para Washington marcam início do ‘hub’ no Sal

2

Quem o diz é o Ministro do Turismo e Transportes, José Gonçalves, aquando do batismo dos voos da Cabo Verde Airlines para Washington, a partir do Sal

O Ministro do Turismo e Transportes de Cabo Verde, José Gonçalves, afirmou que a inauguração hoje dos voos da Cabo Verde Airlines, CVA, para Washington marca o arranque “de forma estruturante” do ‘hub’ aéreo na ilha do Sal.

“Hoje começa de forma estruturante o ‘hub’ aéreo, porque vamos para além daquilo que tem sido o nosso mercado tradicional, que era Boston e Providence, a Costa Leste, agora vamos para Washington. E este voo marca a partida para o hub aéreo”, salientou o governante.

O Ministro frisou ainda que o País está a iniciar “uma nova etapa”, após mais de 30 anos com voos regulares da então companhia aérea pública Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) para os EUA, mais concretamente para Boston.

“Inicia-se uma nova era na relação de Cabo Verde com os Estados Unidos”, completou José Gonçalves, que sublinhou o facto de um dos passageiros do voo inaugural ser o embaixador dos Estados Unidos em Cabo Verde, John Jefferson Daigle.

José Gonçalves e o Embaixador foram dois dos 35 passageiros do voo inaugural da Cabo Verde Airlines para Washington, que contou igualmente com outras entidades governamentais e empresários cabo-verdianos.

Para o presidente executivo da CVA, Jens Bjarnason, o voo do Sal para Washington, que será realizado três vezes por semana, enquadra-se na estratégia de fazer de Cabo Verde um ‘hub’, ligando América do Sul, Europa, África e América do Norte.

Depois de Washington, na segunda-feira a CVA inaugura voos para Lagos, na Nigéria, cinco vezes por semana, e na quarta-feira para Porto Alegre, no Brasil, duas vezes por semana.

Jens Bjarnason avançou que, depois de um adiamento, a CVA ainda continua com planos para viajar para Luanda, Angola, bem como outros destinos na África Ocidental.

Apesar de destacar a “grande conexão” com Lisboa, o Presidente disse ainda que a CVA também está a analisar a possibilidade de operar a partir de outras cidades de Portugal, incluindo o Porto.

Mais tarde, acrescentou que a companhia aérea pretende viajar para Toronto, no Canadá.

Com Agência Lusa

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Enorme orgulho, enquanto crioulo, ver nossos aviões a cruzar os céus da Europa, África e América. Meu orgulho, naturalmente, contrasta com o ódio, vingança, mal dizer, escárnio, má vontade e boca-fede dos dirigentes do PAICV, cuja felicidade reside, exclusivamente em ver coisas a darem erradas neste país. Só que, as coisas insistem em dar certo. Palmo a palmo, céu a céu, terra a terra.

  2. Voa, voa alto e deus livre SEMPRE dos maus olhares e rancorosos daqueles que sofre com dores de cotovelo. SUCESSO!! Continuo a defender uma “junta mom” entre a CVA e uma das grandes companhias dos EUA, e juntos ligarem CV e os EUA através do HUB do Sal, principalmente do mercado Africano!!

Comments are closed.