Alemanha supera os 100 mil mortos provocados pela Covid-19

0

Nas últimas 24 horas, o País registou mais 351 óbitos e 75.961 casos

A Alemanha ultrapassou as 100 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, anunciou hoje a autoridade federal de saúde, que registou 351 óbitos e 75.961 casos nas últimas 24 horas.

A maior economia da Europa teme a saturação hospitalar, no momento em que registou 100.119 mortos e a incidência de casos em sete dias atingiu um valor recorde: 419,7 infeções por 100 mil habitantes.

A situação está a colocar pressão sobre o novo Governo de coligação que irá tomar conta do País em dezembro.

Os hospitais em algumas regiões já enfrentam uma “sobrecarga aguda” que torna necessário transferir pacientes, advertiu no início da semana o Presidente da Federação Alemã de Medicina Intensiva, Gernot Marx.

A incidência em sete dias tinha excedido as 400 infeções por 100.000 habitantes pela primeira vez na quarta-feira.

Várias regiões reintroduziram restrições rigorosas para conter a quarta vaga do coronavírus, a de maior impacto desde que o vírus surgiu.

Cerca de 69% da população está totalmente vacinada, um número inferior ao de outros países Europeus.

 

 

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui