Cadeia para suposta remetente dos cerca de 1,5 kg de padjinha à ilha do Sal

0

A suspeita de 34 anos, residente em Eugénio Lima foi detida pela Polícia Judiciária na passada sexta-feira, 29, na Cidade da Praia

Uma mulher ficou em prisão preventiva por suspeita de ser o remetente dos cerca de 1,5 quilogramas de Cannabis, ou padjinha, para a ilha do Sal.

A suspeita de 34 anos, residente em Eugénio Lima, foi detida, pela Polícia Judiciária na passada sexta-feira, 29, na Cidade da Praia.

A mesma, foi reconduzida sob custódia de inspetores da Polícia Judiciária à ilha do Sal,
e foi presente, no sábado, 30, às autoridades judiciárias competentes, para efeito do
primeiro interrogatório judicial, no qual foi-lhe negada a liberdade.

Recorde-se a droga tinha sido apreendida, no Porto de Palmeira, ilha do Sal, no dia 15 de novembro, numa embarcação proveniente da ilha de Santiago.

Na sequência dessa apreensão dois indivíduos, do sexo masculino, foram detidos em flagrante delito.

Presentes, na altura, ao Tribunal da Comarca do Sal, o suposto destinatário da droga ficou em prisão preventiva e TIR e apresentação diária na polícia ao segundo indivíduo detido.

Notícia relacionada:

Prisão preventiva e TIR para dois suspeitos de tráfico de drogas no Sal

 

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui