Ilha do Sal vai aumentar capacidade de resposta turística em 30%

1

Informação é adiantada pelo Presidente da Câmara Municipal. Júlio Lopes indica que novos hotéis que estão a ser construídos e vão ajudar a aumentar a oferta turística em 30%

A ilha do Sal vai aumentar, nos próximos meses, a sua capacidade de resposta em termos de cama, em 30%, indicou o Edil local, Júlio Lopes, citado pela Agência Lusa.

O Autarca observa que há um crescimento “cada vez mais” de turistas que chegam do mercado Brasileiro, enquanto que o Sal continua a ser um destino preferencial de Britânicos, Portugueses, Franceses, Alemães ou Italianos.

“Daqui a poucos anos, o Sal atingirá um milhão de turistas por ano”, projetou Júlio Lopes, assegurando que o turismo, além do emprego, tem permitido a reabilitação da ilha turística, com “impactos positivos” na vida das pessoas e no emprego, onde toda a gente vive direta ou indiretamente do setor.

A dinamização do hub aéreo, pela Cabo Verde Airlines, e o programa Stopover, de paragem de passageiros entre viagens aéreas, está a contribuir para esta nova dinâmica do turismo no Sal, reconhece o Autarca, para quem as perspetivas “não têm nada de negativo”.

Quanto à falência da multinancional Thomas Cook, Júlio Lopes garante que não teve impactos em Cabo Verde, até porque a companhia continua a operar na rota do Sal, através da sua filial Escandinava.

Novos investimentos

O Presidente da Edilidade avança que o Grupo RIU tem em construção um terceiro hotel, com capacidade para duas mil camas, o novo Robinson Club, a ser aberto agora em dezembro, prevê 600 camas, o novo hotel da Radisson, estima 240 camas, o Barceló e o Oásis também estão em construção, e tudo isto na perspetiva de Júlio Lopes permite antever um crescimento de camas na ordem dos 30% e aproximar da meta dos 750 a 800 mil dormidas anuais.

Nas próximas semanas, revelou o Edil, deve desembarcar no Sal uma delegação das agências de viagens da Rússia, para conhecer o mercado local. Atrair turistas Norte-americanos, é outro objetivo, da ilha, apontou o Presidente.

Com Agência Lusa

1 COMENTÁRIO

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui