Liberdade e democracia são “bens essenciais” à humanidade

0

Sublinhado é do Primeiro-Ministro, na abertura da Conferência Internacional sobre “Liberdade, democracia e boa governança”, hoje na Ilha do Sal

Ulisses Correia e Silva, enfatizou que a liberdade e a democracia são fundamentais para a humanidade, destacando que garantir esses valores é uma responsabilidade de todas as nações.

“A liberdade e a democracia são bens essenciais à humanidade”, sublinhou o Chefe do Governo, para quem garantir a liberdade e democracia “é uma responsabilidade de todas as nações que querem facultar aos seus cidadãos, Paz, progresso e dignidade. É um compromisso com o respeito e a proteção dos direitos humanos e com o desenvolvimento do capital humano”, vincou, de seguida.

O Primeiro-Ministro realçou que a democracia não deve ser vista como uma imposição, mas sim como uma necessidade essencial, que deve ser “suportada e sustentada” por princípios e valores “consistentes”, caso contrário, “será uma salada onde cabe tudo: autocracia, autoritarismo, capturas de sistemas judiciais, black outs da liberdade de Imprensa, golpes de Estado como forma de acesso e permanência ao poder”, salientou.

O Chefe do Governo também expressou o orgulho de Cabo Verde por ser reconhecido internacionalmente como um País livre e democrático, com altos índices de transparência e estabilidade política.

“Orgulhamo-nos de ser o País mais livre da África, o terceiro País da África no índice da Democracia, o segundo melhor País em África no índice da Liberdade Económica, o segundo País em África com melhor classificação no índice de transparência e corrupção. E digo-vos que é um orgulho patriótico”, ajuntou.

UCS destacou a diversidade de participantes e painéis na Conferência aberta esta manhã, afirmando que isso enriquece o debate sobre a liberdade, a democracia e a boa governança.

O encontro aberto esta manhã, prolonga-se até amanhã, terça-feira.