Madonna diz inspirar-se na guitarra Portuguesa e na Morna

0

Dino de Santiago e batucadeiras estão presentes no novo disco da estrela pop. O lançamento é hoje, sexta-feira, 14

A rainha do Pop deu uma longa entrevista à revista Visão para falar do seu novo álbum que será lançado nesta sexta-feira, e da sua carreira em Portugal, onde fixou residência há dois anos.

Madonna, destacou a Morna de todos nós como inspiração no novo disco. A estrela pop, de 60 anos, destacou ainda várias particularidades do nosso País, entre os quais as do artista Dino de Santiago, que ela classifica como fundamental neste seu 14.º trabalho, e as batucadeiras Cabo-verdianas, também apresentadas pelo autor da “Nova Lisboa”.

Nas suas declarações, Madonna admitiu que o novo álbum, Madame X, é também uma homenagem às Mornas e não apenas ao Fado.

De realçar que a primeira canção composta para Madame X, Killers, teve origem numa guitarra Portuguesa e da Morna. “Comecei com a guitarra Portuguesa e também com a guitarra da Morna, que ouvi numa living room session em Lisboa”, disse, garantindo que o disco “foi construído à volta desse som em Killers, a primeira canção escrita para o álbum”.

Madonna, que é mãe de um jogador de futebol que está nos iniciados do Sport Lisboa e Benfica, diz que não vai deixar Portugal, como muito se tem propalado e até admite que vai ver o filho jogar naquele grande clube.

Na entrevista que vimos citando, Madonna falou também da influência de Dino de Santiago na preparação do Madame X, já que o Cabo-verdiano lhe apresentou vários artistas Portugueses, batucadeiras e serviu de intérprete na produção deste disco.

- PUBLICIDADES -

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui