Projeto Cidade Segura vai permitir o desenvolvimento do turismo e garantir mais segurança

1

Esta posição foi manifestada pelos Presidentes das Câmaras Municipais do Sal e Boa Vista, onde serão instaladas a segunda fase do projeto

A Cidade do Mindelo, em São Vicente, Espargos e Santa Maria, no Sal, e Sal Rei na Boa Vista vão ser contempladas com a segunda fase do projeto Cidade Segura, sendo que cada uma das ilhas terão um Centro de Comando autónomo, de funcionamento permanente.

Júlio Lopes, Presidente da Câmara Municipal do Sal, que esteve presente no ato de lançamento do projeto, saudou a iniciativa do Governo, admitindo que a segurança é um elemento importante para o destino turístico de Cabo Verde.

“Com estas medidas, vamos poder garantir mais segurança às populações, mas também aos visitantes. Já houve um trabalho interno de forma a colocar as câmaras nas zonas onde há mais movimentação de pessoas”, disse o Autarca Salence.

José Luís Santos, Edil da Boa Vista, disse que esta medida traduz-se em investimentos para conferir maior segurança às ilhas que tem importância no desenvolvimento turístico, para que possa criar mais condições que permitam o desenvolvimento do Turismo em Cabo Verde. Admitiu que há possibilidades do projeto contemplar outras zonas da ilha, para além da Cidade de Sal Rei.

Refira-se que a ilha de São Vicente não fez-se representar no ato de lançamento do projeto.

O Embaixador da China em Cabo Verde, Du Xiaocong, por sua vez, mostrou a sua felicidade em apresentar a segunda fase do projeto, referindo que vai permitir fornecer garantia a um serviço de segurança e promover ainda mais a segurança.

Anunciou ainda que a cooperação com Cabo Verde tem tido bons progressos, o que tem permitido traçar novas áreas de cooperação, referindo que a China continuará a trabalhar com Cabo Verde, para que as partes sejam bem-sucedidas.

Recorda-se que o projeto Cidade Segura foi desenvolvido com o propósito de dotar os principais centros urbanos do País uma estrutura de mais segurança pública que permite abordar as questões securitárias numa ótica preventiva e reativa, com maior eficiência e eficácia, visando satisfazer os requisitos de gestão da Cidade.

1 COMENTÁRIO

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui