Afinal tendência de custo de eletricidade é para baixar

1

Ao contrário do que se vem admitindo na opinião pública, face ao aumento do custo da eletricidade a partir de 1 de outubro, OPAÍS.cv ouviu fontes próximas do Ministério da Industria Comercio e Energia, e chega à conclusão que, afinal, em 2021, a tendência é para se pagar menos e não mais

Abaixo, vários quadros resumo clarificando todos os tarifários e repondo a verdade.

EVOLUÇÃO DAS TARIFAS DE ELECTRICIDADE NOS ULTIMOS ANOS

Data ELETRICIDADE (s/IVA)
Doméstico Baixa Tensão Especial Média Tensão Iluminação Pública
1ºEscalão (até 60kWh) 2ºEscalão (>60kWh)
06-03-2018 22,7 29,55 25,70 21,38 22,69
20-03-2019 24,61 31,47 27,62 23,30 24,61
20-09-2019 21,00 27,85 24,00 19,68 21,00
01-10-2020 18,35 25,21 21,36 17,04 18,35
01-10-2021 24,78 31,64 27,79 23,47 24,78

 

Ao longo de um ano as tarifas mudam

Ex.:

Para um cliente doméstico que consome mensalmente mais de 60 kwh pagou em 2019 :

29,55 escudos por kilowatt hora nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março

31,47 escudos por kilowatt hora de Abril a Setembro e

27,85 escudos por kilowatt hora nos meses de Outubro, Novembro e Dezembro

 

Tarifa média em 2019 = ( 3 * 29,55 + 6* 31,47+ 3 *27,85)/12 = 30,09 escudos  por kilowatt hora

O mesmo cliente em  2021 vai pagar :

25,21 escudos por kilowatt hora de janeiro a outubro e; vai pagar 31,64 escudos por kilowatt hora nos meses de outubro, novembro e dezembro

Tarifa média 2021 = ( 9 * 25,21 + 3*31,64)/12 = 26,82 escudos  por kilowatt hora

Significa que em 2021 vai pagar menos 3,27 escudos por kilowatt hora consumido do que pagava em 2019, que equivale a 14% menos.

O quadro seguinte apresenta a tarifa média de todas as categorias de consumo nos últimos 3 anos.

ANO TARIFA MEDIA ELETRICIDADE (s/IVA)    
Doméstico Baixa Tensão Especial Média Tensão Iluminação Pública Variação (ecv/kw) Duração (meses)
1ºEscalão (até 60kWh) 2ºEscalão (>60kWh)
2019 23,23 30,09 26,24 21,92 23,23
2020 20,34 27,19 23,34 19,02 20,34 -2,9 -12%
2021 19,96 26,82 22,97 18,65 19,96 -0,4 -2%

 

 

FATURA EM FUNÇÃO DO CONSUMO

FATURA  ANUAL DE ELECTRICIDADE COM IVA
  CONSUMO MENSAL (KW)
ANO 80 120 200 2 000 50 000
2019 25 643 ECV 49 821 ECV 72 409 ECV 724 086 ECV 15 121 350 ECV
2020 22 453 ECV 45 027 ECV 64 418 ECV 644 184 ECV 13 123 800 ECV
2021 22 033 ECV 44 410 ECV 63 390 ECV 633 903 ECV 12 866 775 ECV

 

 

DIFERENÇA
2020/2019 -3 191 ECV -4 794 ECV -7 990 ECV -79 902 ECV -1 997 550 ECV
2020/2021 -420 ECV -617 ECV -1 028 ECV -10 281 ECV -257 025 ECV
2019/2021 -3 610 ECV -5 411 ECV -9 018 ECV -90 183 ECV -2 254 575 ECV

 

Em relação ao ano de 2019, período antes da pandemia:

  • Um cliente doméstico que consome mensalmente 80 kilowatt hora vai pagar em 2021 menos 3.610 ( três mil seiscentos e dez) escudos

 

  • Um cliente doméstico que consome mensalmente 120 kilowatt hora vai pagar em 2021 menos 5.411 (cinco mil quatrocentos e onze) escudos.

 

  • Um cliente doméstico que consome mensalmente 200 kilowatt hora vai pagar em 2021 menos 9.018 (nove mil e dezoito) escudos.

 

  • Um cliente empresarial de baixa tensão especial que consome mensalmente 2000 kilowatt hora vai pagar em 2021 menos 90.183 (noventa mil cento e oitenta e três) escudos

 

  • Um cliente empresarial de média tensão que consome mensalmente 50000 kilowatt hora vai pagar em 2021 menos 2.254.575 ( dois milhões duzentos e cinquenta e quatro mil e quinhentos e setenta e cinco ) escudos

O assunto tem dado alarido e gerado aceso debate na opinião pública, tudo por causa, “essencialmente da Oposição que se apressou e fez cálculos errados. E quando se parte de um pressuposto errado, o resultado, regra geral, não pode ser diferente”, adiantou o nosso interlucutor junto ao MICE.

Notícia relacionada:

Eletricidade. Ninguém vai pagar mais do que pagava antes da pandemia

1 COMENTÁRIO

  1. No mapa está bem ilustrado, mas na prática, cada cliente vai pagar aquilo que está como menos, vai voltar para o cliente pagar. Tudo bem montado e camuflado. Se aconteceu na primeira factura, já na segunda o cliente vai ter de somar o prejuízo da primeira, porque eles são ratos espertalhões e quem não paga suspendem o serviço e multiplica o roubo da energia já que o sistema também ajuda muito. Não é por acaso que hoje a maioria das panelas são eléctricas, sobretudo, na ilha de Santiago.
    O chinês é testemunha.

Comments are closed.