Arnaldo Silva indignado com Juiz que aplicou TIR ao seu agressor

4

Antigo Bastonário dos Advogados diz-se inseguro e pede a proteção policial

Arnaldo Silva disse estar indignado com o Juiz que aplicou Termo de Identidade e Residência ao seu suposto agressor, “que me queria matar”.

Para o advogado, é estranho a decisão do Juiz, “ainda mais” por se tratar do mesmo Juiz “que permitiu” e “compactuou” com a sua detenção, no passado mês de setembro.

O queixoso diz-se preocupado porque o “criminoso cadastrado” ficou em liberdade, temendo assim a sua segurança e a da sua família, por isso pede a proteção policial.

Arnaldo Silva acusa ainda o referido Juiz de “irresponsabilidade” por ter permitido que o “bandido” continuasse em liberdade, enquanto em setembro lhe legalizara a sua detenção.

Recorde-se que Arnaldo Silva foi, supostamente, agredido à  porta da sua residência, no Palmarejo, por um indivíduo que se autodenomina de “satanás”.

O caso deu-se no domingo por volta das 13h30, quando o Advogado chegava à casa, proveniente do escritório.

Noticia relacionada:

Arnaldo Silva diz-se vítima de um assalto

4 COMENTÁRIOS

  1. O Arnaldo Silva e’ um cidadao como os demais que tem sido vítimas de assaltos e que se confrontam com a realidade de seus assaltantes. receberem esse tal TIR, fruto de abstrações teóricas vertidos nas leis da República por “ contribuições de especialistas” como Arnaldo e outros. Não podemos querer ver regras a serem mudados quando somos nós as vítimas daquilo que os comuns cidadãos, que andam a pé, de táxi ou de autocarros, enfrentam diariamente. O facto do Arnaldo Silva ter sido estranhamente condecorado pelo PR, eventualmente por relevantes serviços prestados ao Fernando Sousa, não tem necessariamente, que implicar com as decisões de um Juiz verdadeiramente isento !

  2. Arnaldo Silva na procura de cada vez mais dinheiro como é normal, defende todos os dias pessoas cadastradas e exige o cumprimento da lei, muitas vezes que ele próprio criara. e agora? E agora SrDt. No seu caso temos que inventar uma nova lei. Leis iguais para todos. Caso não se sentir seguro é porque os também não se sentem seguros.

  3. Estou verdadeiramente preocupado com a segurança dos cidadãos na cidade da Praia mas, o caso Nana pode ter outros contornos, pois, esse senhor que se enriqueceu sem trabalhar, passou muito papel falso de terrenos que prejudicou cidadãos sérios e Estado, para beneficiar seus amigos. Ele vai pagar de certeza pelo que deve. Afinal Deus tem!
    Já agora, em que pé está o processo de falsificação de livros de Matriz para roubos de terrenos ? Ai se este processo não andar, …só porque o Nana pediu !?…

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui